EAD é solução para treinamentos mais eficientes e com menor custo

Redes de franquias que apostam em cursos a distância conseguem otimizar resultados em treinamentos para franqueados

Assim como tem acontecido com diversos setores, a educação também vem tentado acompanhar os avanços tecnológicos e as mudanças de comportamento os acompanham. A popularização do ensino a distância (EAD) é uma das principais e mais bem-sucedidas junções de tecnologia e educação.

O mercado de educação a distância é bastante promissor e tem tido uma boa aceitação. De acordo com o Censo Escolar da Educação Superior realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), em 2016, já havia cerca de 1,5 milhão de alunos de EAD, o que representa 18,6% dos alunos de graduação no país. Em 2017, o número chegou a 1,7 milhão de alunos, uma participação de 21,2% dos alunos.

A mesma pesquisa apurou ainda que em dez anos o crescimento dos ingressantes em EAD foi de 226%, contra 19% da modalidade presencial. A tendência é que o mercado de educação a distância continue evoluindo no futuro.

Segundo dados da consultoria Educa Insights, esse modelo de ensino deve corresponder a 51% do mercado até 2023.

Além de escolas e faculdade, as empresas e redes de franquias também estão utilizando estratégias ligadas ao EAD como forma de treinar e reciclar conhecimentos de seus colaboradores e franqueados.

 

Treinamentos EAD em franquias

Quando empregado em treinamentos corporativos e de franquias, o sistema de ensino a distância pode trazer uma série de vantagens para empresas e franqueados. Veremos os principais a seguir.

 

Maior alcance

Empresas que utilizam apenas treinamentos presenciais sofrem bastante com a limitação geográfica e acabam atendendo apenas franqueados e colaboradores que estejam na mesma região em que o treinamento será ministrado.

Já com os cursos a distância é possível alcançar espectadores em qualquer lugar do Brasil e do mundo. Com isso, as franquias ganham a oportunidade de acelerar suas expansões e explorar outras praças. Tudo isso sem que os franqueados deixem de consumir conteúdo e estejam sempre atualizados.

 

Maior flexibilidade de horários

Os cursos presenciais têm dia, horário e local para acontecer, e quem não consegue estar no momento em que eles estão sendo ministrados perde o conteúdo. Mas, com as capacitações em EAD isso é diferente.

Ainda que uma aula seja transmitida ao vivo, ela poderá ser gravada e reprisada por um tempo determinado para que todos tenham a oportunidade de assisti-la.

Custo reduzido

Um treinamento em EAD também costuma ser muito mais econômico do que um treinamento presencial. Para começar, uma aula "offline" pode exigir o aluguel de uma sala comercial, pagamento de um instrutor, coffe break, material impresso e mais uma série de elementos estruturais cada vez que ela acontece. Isso sem contar as viagens de um ponto a outro para atender todos os franqueados e colaboradores.

Já no ensino a distância, o mesmo conteúdo pode ser gravado apenas uma vez e reproduzido quantas vezes forem necessárias em seu próprio computador ou smartphone, independente do horário ou local em que esteja.

 

Recursos multimídia

Os treinamentos em EAD não costumam ser feitos apenas com vídeo, muito pelo contrário. Para complementar o aprendizado, é possível agregar textos em PDF, apresentações, podcasts, criar fóruns de discussão e muitos outros recursos. Tudo centralizado no mesmo ambiente e disponível 24 horas por dia e sete dias por semana.

 

Possibilidade de monitor e avaliar resultados

Os cursos a distância também costumam ser acompanhadas de uma avaliação de performance. Dessa forma, a empresa consegue saber qual foi o desempenho de seus franqueados e perceber se o conteúdo foi bem absorvido.

Caso note que ainda há necessidade de aprender, a franqueadora pode propor um curso complementar ou uma consultoria de campo, por exemplo.

 

Como implementar a educação a distância

Implementar sistemas de educação a distância em uma empresa é mais simples do que parece.

Para começar é preciso definir alguns objetivos e princípios básicos do EAD. O primeiro deles é traçar quais serão as metas e as melhorias que deverão ser alcançadas. Também é importante decidir quem será o público-alvo da novidade, se o estudo será compulsório ou facultativo e que tipo de conteúdo será coberto.

Assim, uma rede de franquias pode definir que terá um curso de treinamento básico obrigatório para franqueados que estão em processo de abertura. Ele deve abordar os princípios éticos da rede, todos os protocolos e processos padronizados, detalhes da gestão, marketing e atendimento.

Também é fundamental escolher uma boa plataforma para reunir todas as informações e produzir o conteúdo que será base do EAD.

O Solutto, por exemplo, é uma plataforma com mais de 12 anos no mercado que oferece módulos de gestão para franquias. Entre os recursos do Solutto, a universidade corporativa se destaca como uma excelente opção para criar treinamentos EAD.

Com uma interface simples e interativa, franqueados e colaboradores podem acessar materiais de diferentes assuntos. Enquanto isso, os gestores conseguem acompanhar o desempenho em tempo real.

Fonte: Terra

Tire suas dúvidas